Guitarras EmCantoQuarteto de guitarras com canto

Ana Paula Russo
Soprano

Nuno Santos
Ricardo Nogueira
Rui Nabais
Rui Paiva
Guitarras

Palácio do Sobralinho, Sab 26 Set 18:00

 

 

 

 

Programa

A. CALDARA (1670-1736) Sebben crudele
Come raggio di sol
Selve Amiche

A. SCARLATTI (1660-1725) Toglietemi la vita ancor
O Cessate di piagarmi
Se Florindo è fedele

M. RAVEL (1875-1937) Pavana para uma Infanta Defunta

F. SOR (1778-1839) Cesa de Atormentarme
Muchacha, y la Verguenza
Si Dices que mis Ojos
Mis Descuidados Ojos
Las Mujeres y Cuerdas

I. ALBENIZ (1860-1909) Córdoba

F. GARCIA LORCA (1898-1936) El café de chinitas
Las Morillas de Jaen
Sevillanas del siglo XVIII

Ana Paula Russo
Ana Paula RussoComo solista tem actuado em inúmeros concertos de “Lied”, ópera e oratória, quer no nosso país, quer no estrangeiro. Destacam-se, nomeadamente, trabalhos para a Fund. Gulbenkian, RTP, RDP, Europália-91 (em Bruxelas), Lisboa 94 — Capital da Cultura e a participação nos Festivais de Música dos Capuchos, Leiria, Estoril, Algarve, P. de Varzim, F. da Foz e no Festival Internacional de Macau. Dos muitos concertos e recitais citamos obras como “O Livro dos Jardins Suspensos” de Schönberg, “Les Noces” de Stravinsky, “Les Illuminations” de Britten, a Cantata op.29 de Webern, obras de Chagas Rosa, os “Carmina Burana” de Orff, os Stabat Mater de Rossini e Dvorak entre outras.

A sua carreira tem tido um destaque especial no âmbito da ópera e música cénica podendo ser referidos os papéis de: “Rosina” (“O Barbeiro de Sevilha”), “Oscar” (“O Baile de Máscaras”), “Marie” (“A Filha do Regimento”), “Ninette” (“O Amor das Três Laranjas”), “Musetta” (“La Bohéme”), “Adele” (“O Morcego”), “Clorinda” (“La Cenerentola”), “Condessa Ernesta” (“As Damas Trocadas”), “Hanna” (“A Viúva Alegre”), “Najade” (“Ariadne auf Naxos”), “Cunegonde“ (“Candide”), “Vespetta” (“Pimpinone”), “Eurydice” (“Orfeu nos Infernos”), “Rouxinol” (na ópera homónima de Stravinsky), “The English Cat” (Henze), “D. Anna” (D. Giovanni), entre muitos outros.
Foi escolhida para desempenhar um dos papéis principais da ópera “Corvo Branco” de Philip Glass, levada à cena na Expo ’98 e no Teatro Real de Madrid e, em Julho de 2001, no New York State Theatre (Lincoln Center – Nova Iorque).

Nuno Santos Nasceu em Lisboa em 1975. Em 1991 iniciou os seus estudos como autodidacta. Em 1992 entrou na Escola de Música “A Prelúdio”, onde estudou com o professor Walter Lopes. Ingressou posteriormente na Escola Profissional de Música de Almada em 1993, na classe de guitarra do professor António Jorge Gonçalves. Ainda sob a orientação deste mesmo professor, concluiu em 2004 o Curso de Instrumento na Escola Superior de Música de Lisboa com a classificação final de dezoito valores.
Tem-se apresentado frequentemente em recitais a solo e em grupos de Musica de Câmara, destacando-se as participações em 2001, nos Encontros de Guitarra do Porto, e em 2003 no Festival de Música da costa do Estoril onde actuou como solista com a Orquestra de Câmara do Conservatório de Lisboa sob a direcção de Alberto Lysy.
Frequentou os cursos Internacionais de Música de Santo Tirso, Aveiro, Estoril e Zarauz (Espanha), onde estudou, entre outros, com Leo Brouwer, David Russell, Eduardo Baranzano, Alberto Ponce e Turibio Santos. Participou igualmente em Master-Classes dirigidas por Manuel Barrueco, Abel Carlevaro e Carlos Bonell.
Actualmente faz parte do grupo Alpha Guitar Trio formado em 2006 por um grupo de músicos diplomados em guitarra pela Escola Superior de Música de Lisboa e pelo Instituto Jean Piaget de Almada.
Lecciona as classes de Guitarra e Música de Câmara na Academia de Música e Belas Artes Luísa Todi, em Setúbal e Academia de Música de Almada.

Ricardo Nogueira Nasceu em Lisboa em 1978, tendo iniciado os seus estudos de Guitarra Clássica na Escola de Música Crescendo, em Oeiras. Entre 1996 e 1999 passa a residir na Bélgica, onde frequenta o Conservatoire Royal de Musique de Bruxelles, tendo-se apresentado neste país a solo e em duo de guitarras. Em 1999 regressa a Portugal, estudando na Escola de Música de Nossa Senhora do Cabo em Linda-a-Velha, com o Professor Carlos Gutkin. É neste mesmo ano que forma o Quarteto de Guitarras Zyryab, com quem tem tido uma intensa actividade concertística até ao presente. Frequentou cursos com vários guitarristas de renome internacional como Marco Socías, Carlo Marchione, António Jorge Gonçalves, Darko Petrinjak, Joaquín Clerch entre outros. Em 2002 ingressa na classe do Professor Dejan Ivanovic no Instituto Piaget de Almada, com quem conclui a Licenciatura em 2008. Lecciona actualmente na Academia de Música de Almada, no Instituto de Música Vitorino Matono e no Colégio Marista de Carcavelos.

Rui Nabais Iniciou os estudos de guitarra com Silvestre Fonseca. Depois, com o Prof. Paulo Amorim concluiu, em 1994, o curso do Conservatório em Aveiro. No mesmo ano, ingressou no curso superior de guitarra na Escola Superior de Música e Artes do Espectáculo do Porto, na classe do Professor José Pina, curso que concluiu em 1999. Frequentou cursos de aperfeiçoamento com José Diniz, Robert Brightmore, José Pina, Alberto Ponce e B. Davezac. De entre várias actuações no país, a solo e com as mais variadas formações, destacam-se diversas apresentações no CCB, participação em vários festivais com o Guitarra Trio e com o Arsis Ensemble, colaborações com a Orquestra Metropolitana de Lisboa, em Macau e em Lisboa e com a Orquestra Clássica da Madeira.
Foi co-fundador, júri e participou sempre como instrumentista, no Concurso Internacional para Jovens Guitarristas do Fundão, até ao ano de 2006, ano da sua quinta edição.
Em 2010 foi co-fundador, em conjunto com a Direção da Academia de Música de Almada e com o respetivo departamento de guitarra, do Concurso Internacional de Música “Cidade de Almada”, que teve este ano a sua quinta edição. Desde então participou sempre como júri e instrumentista nos concertos realizados no âmbito do concurso.
É licenciado em Ciências Musicais pela Universidade Nova de Lisboa.
Presentemente é professor no Instituto de Música Vitorino Matono, em Lisboa, e na Academia de Música de Almada.

Rui Pedro Paiva Iniciou os seus estudos musicais com o professor de guitarra José  Carlos Ramalhete, prosseguindo os estudos elementares na Academia de Amadores de Música e Conservatório Nacional de Lisboa sob a direcção instrumental do professor Paulo Jorge Amorim. Ao nível do ensino superior concluiu o 3º ano da licenciatura em música/guitarra no Instituto Piaget de Almada sob direcção do Professor Dejan Ivanovic, o 4º ano da licenciatura na Universidade de Cracóvia (Polónia), terminando o 5º ano da Licenciatura e Profissionalização na Universidade de Aveiro, sob orientação instrumental do Professor Paulo Vaz de Carvalho.
Actualmente é docente de Guitarra e Música de Câmara na Academia de Música de Almada e Fundação Musical dos Amigos das Crianças de Lisboa.