As Flores do Mal – Poemas que se Comem, 23 Nov

por Cristina Rodrigues Pereira e Maria João Martinho

Palácio do Sobralinho
Sab 23 Nov 2019, das 17:00 às 19:00

(inclui degustação)
Inscrições encerradas

#2 AFRODITE, ENTRE A VIRTUDE E O PECADO…

Inspirada nos poemas proibidos do livro “Les Fleurs du Mal” de Charles Baudelaire, que serviu de inspiração à mais recente ópera da Inestética companhia teatral, a 2ª sessão da tertúlia gastronómica As Flores do Mal – Poemas que se Comem irá abordar o tema da Mulher na vida do autor.

A Mulher é fatalmente sugestiva; vive de uma outra vida além da sua própria: vive espiritualmente nas imaginações que frequenta e fecunda

in “Os Paraísos Artificiais” de Charles Baudelaire

Quem foram as mulheres que o inspiraram?
Como outros aspectos da sua complexa personalidade, este era mais um em que se manifestou paradoxal: misógino desprezava a Mulher no que na sua condição havia de mais natural, sexualmente as mulheres atraíam-no e como poeta prestou-lhes culto.
Frequentou bordéis, como muitos dos seus contemporâneos e tornou uma exótica e enigmática actriz mestiça na sua Vénus Negra, amante, confidente e amiga.
Sendo o artista culto e conhecedor da literatura e mitologia greco-latina, tendo sido educado no seio de instituições católicas e tendo vivido no, simultaneamente, puritano e revolucionário século XIX.
Charles Baudelaire rompeu com todos os cânones e cantou o Amor de uma forma expressiva e subversivamente sensual; revelando-nos o seu imaginário feminino nas mais diversas e libertinas facetas anunciando, sem postular a sua defesa, um novo paradigma de mulher que começava a emergir nas cidades, com o advento da era industrial.
A apresentação, baseada numa interpretação da obra e vida do autor, decorrerá ao longo de três momentos a que se atribuíram nomes femininos simbolicamente alusivos a diferentes perspectivas da Mulher.

Ementa de degustação

Quadro I – Afrodite
Pudim de Ostras (entrada)
Quinta de Pancas Arinto Reserva

Quadro II  – Eva
Bolo de Carne com Maçãs Assadas (prato principal)
Quinta de Pancas Special Selection Syrah 2015

Quadro III – Safo
Terrina de Romãs com frutos secos (sobremesa)
Quinta de Pancas Reserva Chardonnay 2006

Participação especial do enólogo residente dos Vinhos da Quinta de Pancas: Gilberto Marques (Mestrado em Viticultura e Enologia do Instituto Superior de Agronomia)


Concepção e Apresentação
Cristina Rodrigues Pereira e Maria João Martinho
Confecção
Cristina Rodrigues Pereira, José Ricardo Ribeiro Ferreira, Maria João Martinho
Apoio à produção
Ana Rato, Daniel Martinho, Inês Loureiro dos Santos, Jorge L. Santos, Rita Leite, Susana Serralha
Apoio técnico
Fernando Tavares
Produção
Inestética 2019

Imagem: Isaac Oliver
Retrato de Henriqueta  Maria de  França rainha consorte de Inglaterra, Escócia e Irlanda casada com Charles I, século XVII

Apoios

Découverte - Ostras Especiais Portuguesas

Cristina Rodrigues Pereira
Guia-intérprete nacional, licenciada em Turismo e Património pelo INP, ex-docente desta escola. Pós-graduação em Gestão de Ensino à Distãncia pela Universidade Complutense de Madrid. Membro da direcção e co-fundadora da Inestética Associação Cultural de Novas Ideias, membro da equipa dinamizadora de eventos do projecto Palácio – Espaço de Difusão das Artes, nomeadamente do espaço de debate FALA! Propostas para este Milénio e Cozinha com Histórias – Oficinas Gastronómicas. É ainda a responsável pelo catering da equipa e dos artistas convidados no âmbito da programação do Palácio – Espaço de Criação e Difusão das Artes (Palácio do Sobralinho).

Maria João Martinho
Licenciada em História da Arte pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, desempenha desde 1999 funções no Museu Municipal de Vila Franca de Xira, onde se dedica ao estudo, salvaguarda e divulgação da história e património culturais daquele concelho. A par da sua profissão, tem um verdadeiro amor pela arte de cozinhar, tendo participado em diversos workshops, designadamente com Isabel Zibaia Rafael (autora do blogue “Cinco Quartos de Laranja”, premiado em 2011, 2012 e 2014 como o melhor blogue do ano na área de culinária gastronomia pelos leitores), de Célio Cruz (autor do blogue “Sweet Gula) ou de Sílvia Martins (autora do blogue “Bocadinhos de Açúcar”). Foi um dos seis vencedores do passatempo lançado, no final de 2014 pela empresa Riberalves, o que lhe permitiu cozinhar com o chef José Avillez, premiado com duas estrelas Michelin. É autora de workshops dedicados à cozinha vegetariana, desde setembro de 2014, bem como da página do facebook Art & Cook, dedicada ao tema da culinária. Participou igualmente no programa “Cook Off – Duelo de Sabores”, na RTP.