Artistas no Palácio – Programa de Residências Artísticas

DANÇA | TEATRO | PERFORMANCE
2020
DESCRIÇÃO

Programa de residências artísticas de curta-duração para criadores e intérpretes das áreas da dança, teatro e performance, com o objectivo de estimular e apoiar o desenvolvimento de novos projectos.
As características singulares do Palácio do Sobralinho, aliadas à tranquilidade e ao espaço exterior envolvente – que possibilita a realização de sessões de trabalho ao ar livre – permitem estabelecer condições ideais para a pesquisa, experimentação e criação artística.

DESTINATÁRIOS

Encenadores, coreógrafos, actores, bailarinos, performers, músicos, artistas visuais

DATAS DAS RESIDÊNCIAS 2020

Dança – 13 a 19 Abril – Cancelado
Teatro – 06 a 12 Julho

LOCAL

Palácio do Sobralinho, Sobralinho – Vila Franca de Xira
fotoslocalização

LOGÍSTICA

A organização disponibiliza alojamento na Quinta Municipal do Sobralinho (em quartos duplos c/ wc), espaços de ensaio, meios técnicos, comparticipação nas refeições e apoio logístico.

PRAZO DE CANDIDATURAS

31 Janeiro 2020

CANDIDATURAS

Candidaturas encerradas

Os candidatos deverão preencher formulário de candidatura, com breve apresentação do projecto a desenvolver em residência, número de elementos, currículo artístico e links de fotos/vídeos de projectos anteriores.

Cada projecto de residência deve prever um número máximo de 6 participantes (incluindo criadores e intérpretes).
No âmbito da residência poderá ser agendada uma sessão de trabalho aberta ao público.

PROJECTOS SELECCIONADOS 2020

A anunciar até 28 de Fevereiro

ORGANIZAÇÃO

Inestética – Associação Cultural de Novas Ideias

APOIOS

Câmara Municipal de Vila Franca de Xira
República Portuguesa – Cultura / DGArtes
Junta de Freguesia de Alverca do Ribatejo e Sobralinho
Centro Social Para o Desenvolvimento do Sobralinho

RESIDÊNCIAS ANTERIORES

Ricardo Vaz Trindade (teatro), “O que veem as nuvens”, 2019
Malgosia Sus (dança/performance), “Oniriabilia”, 2019
Bruna Carvalho (dança), “Gesto Perante os Desacatos do Mundo”, 2019
Andresa Soares (dança/performance), “I’d Rather Not”, 2019
Paula Pinto, António Sousa Dias e Daniel Rondulha (performance), 2018
Vanda Cerejo, Katrin Kaasa e Rita Brütt (teatro), 2018
Alice Joana Gonçalves (dança), 2018
Carolina van Eps / Francesca Saraullo (dança), 2018
Plateia|Paralela (teatro), 2017
Catarina Caetano / Nuno Borda de Água (teatro), 2017
DEMO – Dispositivo Experimental, Multidisciplinar e Orgânico (performance), 2016
Joana Castro (dança), 2016
Henrique Furtado Vieira / Benjamin Lévy (dança), 2016
Projecto Ruínas (teatro), 2015
Tânia Carvalho (dança), 2015